As 5 etapas da criação de um website

dripp

Um website pode ser feito para atender diferentes necessidades. Seja para estabelecer a presença de uma empresa na internet oferecendo informações aos clientes, ou para vender produtos (no caso do e-commerce), e até para promover uma marca. O importante é que para que ele cumpra seu papel, é necessário ter planejamento.     

Existem cinco importantes etapas que fazem parte do processo de criação do website. O sucesso de cada uma irá refletir no sucesso do produto final. Confira:

1- Briefing e Pesquisa

O primeiro passo – e mais importante – é conhecer seu negócio e seu contexto. Esta é a função do briefing: identificar a real demanda que o website deverá atender. Questões como “O que este site deve promover?” e “De que forma ele deve conversar com o público?” ou ainda “Quais ferramentas ele precisa?” devem ser respondidas nesta etapa.

É interessante também estudar websites de concorrentes ou até de outros segmentos para identificar erros e acertos, e agregar ideias para o seu projeto. A equipe de criação irá se empenhar em ser assertiva, porém deve estar bem munida de informações.

Sem um briefing bem definido, o processo pode demorar e gerar um custo maior do que o previsto.

2- Design e Proposta Visual

Se com o Briefing foi discutido o conceito do projeto, na Proposta Visual será definido o seu escopo. Isso inclui o design, cores, layout, imagens e textos em um “rascunho” para que se visualize a prévia de como o website ficará quando pronto.

É o momento de aprovar ou reprovar. É preciso ter atenção a cada detalhe, afinal, o que for definido nesta etapa será a linha guia para a estruturação do website.

3 – Desenvolvimento

Com o layout definido, o desenvolvedor deverá construir toda a estrutura que ficará por trás do website. Ele vai preparar cada código que fará com que o website responda no momento da navegação. Cada link, animação, ferramentas extras como chat, agendamentos, e até o caminho que o usuário percorrer durante a visita no site será definida neste momento.

O desenvolvimento considera também a UX (user experience), que é a experiência e conforto do usuário. A navegação deve ser fácil, rápida e responsiva, ou seja, adaptável aos diferentes dispositivos de acesso como celular, computador ou tablet.

4 – Link navegável e aprovação

O website já está pronto para ir ao ar – só falta aprovação final. Para isso, ele estará disponível em um link navegável, para que seja feita a simulação de acesso.

É hora de experimentar o website, fazer reparos (se necessário) e então aprovar para ir ao ar.

Com o website aprovado, ele pode ter o SEO configurado e ficar disponível para indexação na ferramenta de buscas do Google, para que qualquer pessoa no mundo possa encontrá-lo.

5 – Manutenção

Mesmo com o website pronto e no ar, ele ainda exige atenção contínua. O grau de manutenção vai depender do propósito do website.

Se o website tem o propósito de posicionar uma marca na internet, por exemplo, e usa recursos de marketing de conteúdo através de um blog, suas atualizações devem ser semanais.

Já se é uma loja online, atualizações de plugins e backups são diárias, para garantir a segurança na hora da venda.

✅É importante saber que ao longo dos anos as tecnologias evoluem, e de tempos em tempos um website precisa de atualizações técnicas em sua estrutura para que seu funcionamento seja pleno. Isso vale para todos os websites. 

 

Sobre
Dê um olá!

Entraremos em contato o mais breve possível ;)

Recarregar